1. Reativos
    • Solução de HCl 1% em peso (conforme método de Puissant Léon)
  2. Modo operativo
    • Clarificar a amostra de vinho, por centrifugação ou filtração.
    • Diluir a amostra 1/100 em solução de HCl.
    • Medir as absorvâncias a: 280 – 320 – 520 nm, cuvete de 1 cm.
  3. Cálculos
    • IPT = 100 D280
    • Antocianas (mg/l) = 100 (22,76 D520)
    • Taninos (mg/l) = 100 · 76 (D280 – 0,4 (D320 – 0,2 D520) – 0,6 D520)

Nota: A quantificação de antocianas é estimada com base no mesmo princípio que o método PUISSANT- LÉ0N (mesmo coeficiente). A quantificação de taninos é, também, uma estimativa baseada no IPT, deduzida a contribuição que têm na absorvância as antocianas e os ácidos fenólicos (considerando que estas duas famílias de compostos são as que mais contribuem para o IPT, em vinhos tintos, juntamente com os taninos).

E 520 4
E 320 4
E 280 4


* Ovalor de E520 , E280 e E320 tem em conta a diluição.

Resultados
IPTACN (mg/l)TAN (mg/l)