A qualidade organolética do vinho é proporcional ao bom funcionamento da fermentação, e esta, a uma correta nutrição das leveduras.

Calcula o azoto facilmente assimilável (NFA) que requer a tua fermentação e as doses do produto a utilizar consoante o ativador que escolhas.

Conselhos práticos:

  • Nunca inícies uma fermentação com menos de 150 mg/L de N assimilável.
  • Se a carência inicial é forte (>20 mg/L), é importante proporcionar ião amónio ao início.
  • O azoto orgânico proporciona uma fermentação mais regular e melhores resultados organoléticos.
  • Se a carência for pequena podemos trabalhar 100% com azoto orgânico.
  • Corrige para 150 mg/L apenas quando iniciada a FA, a DI – 5 pontos; o restante, para a dose de N assimilável necessária, no momento da velocidade máxima da FA, aproximadamente a -30 pontos de densidade.
  • Nunca adicionar amónio depois da densidade baixar 50 pontos.
Volume mosto
Hl
Grau provável
%Vol
NFA mosto
mg/l

Resultados
Açúcar do mostog/L
NFA necessáriomg/L
Correçãomg/L

Correção Di-5 mg NFA/L
Correção Di-30 mg NFA/L

Di-5Di-30
Activadorg/hLKg/cubag/hLKg/cuba
NUTRIENT P
Helper 100% origin


* Sempre adicionar Tiamina no início da fermentação, em doses de 0,3-0,6 mg/L